13 novembro 2022

Empreendedorismo Sênior 5.0: Experiência e criatividade além dos 50

Por Florinda Pargas Gabaldón.

Na década de 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) passou a utilizar o termo “envelhecimento ativo” com o intuito de reconhecer e destacar os fatores que influenciam a forma de envelhecer, bem como transmitir uma mensagem positiva associada ao processo de envelhecimento. A OMS explica que o termo “ativo” se refere a pessoas idosas que participam ativamente e contribuem para os setores social, cultural, econômico, espiritual e cívico da comunidade.

O envelhecimento da população é um grande triunfo no desenvolvimento da humanidade, mas também é um grande desafio, exigindo mudanças e ajustes econômicos e sociais. As mudanças demográficas nos confrontam com uma nova realidade onde o envelhecimento populacional se consolida como um grande desafio que exige a busca de soluções inovadoras a partir de uma abordagem multidimensional.

Embora este seja um fenômeno crescente, ainda existem várias barreiras que limitam o potencial dos idosos para o seu desenvolvimento. Entre eles estão os preconceitos arraigados sobre o envelhecimento (idadismo), as dificuldades de adaptação às mudanças tecnológicas e as restrições regulatórias que limitam o trabalho após a aposentadoria.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) também se refere ao idadismo como estereótipos (como pensamos), preconceito (como nos sentimos) e discriminação (como agimos) em relação às pessoas, com base em sua idade. É uma forma de discriminação e intolerância, pois impede o reconhecimento e o respeito à diversidade do ser humano, em qualquer fase de sua vida.

Transitando o século XXI, em plena Quarta Revolução Industrial, estamos presenciando um novo paradigma de envelhecimento ativo, com uma visão positiva e incentivadora do idoso, desafiando os países a integrarem ações que visem dar oportunidades a essa população dentro de suas políticas sociais. O empreendedorismo sénior é considerado uma opção inovadora em resposta aos desafios que acompanham o envelhecimento da população, a evolução tecnológica e a nova normalidade.

Os idosos têm grande potencial para o empreendedorismo, sob o entendimento de que a inovação e a criatividade podem ser potencializadas com o acúmulo de experiência na trajetória de consolidação profissional, pessoal e financeira.

Ao mesmo tempo, espera-se que a estimulação das capacidades deste grupo possa colaborar tanto com o empoderamento como com o bem-estar pessoal, revalorizando a sua participação social e económica através de novas atividades que potenciem o investimento, gerem novas fontes de emprego, promovam a formação e reconversão no quadro do envelhecimento ativo.

Uma grande oportunidade, a incorporação produtiva, ativa e saudável deste segmento da população Seniors 5.0: Os Migrantes Digitais, a todo o ecossistema produtivo global, que encontrar nestes espaços uma forma de realização pessoal que lhes permita traçar novos objetivos e continuar a gerar valor económico e social, com uma atitude proativa e de incentivo ao progresso contínuo no seu desenvolvimento, acrescentando valor às novas gerações de empreendedores, com a sua experiência e experiência consolidada conhecimento.

Faço parte desse fenômeno global, uma mulher de cinquenta anos em processo de migração física, mental, emocional e digital. Com 30 anos de experiência e uma mente cheia de ideias frescas, inovadoras e criativas. Vontade de voar para novos horizontes e acompanhar o voo de quem ainda tem dúvidas de que o céu é o limite. Quando olho pelo retrovisor, para rever o caminho percorrido, me emociono ao ver tudo o que avancei e vivenciei. Ao olhar para frente, fico maravilhada com as infinitas possibilidades e oportunidades que estão ao alcance dos nossos sonhos.

E você, tem mais de 50 anos, ativo e em plena maturidade de suas ideias e energia criativa? Quer fortalecer seu empreendedorismo, desenvolver uma nova ideia ou fortalecer sua marca pessoal? Você está no momento perfeito para fazê-lo e se ainda tiver dúvidas sobre como abordar esse novo visual e perspectiva, convido você a conversar e conhecer todas as ferramentas e recursos que estão à sua disposição, para tornar o roteiro mais fluido.

Eu te escuto, te abraço e te acompanho no processo.

Florinda Pargas Gabaldón

Compartir:

Comentarios:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *