25 outubro 2021

Ser Mulher: Desafios 2021

Por Florinda Pargas Gabaldón.

8 de março é o Dia Internacional da Mulher. O que é comemorado e para quê? Um dia que relembre as lutas do gênero feminino e a busca permanente pela equidade. Muitas histórias e experiências, em 8 de março de 1857, a primeira grande demonstração pública de mulheres trabalhadoras têxteis aconteceu na cidade de Nova York. Essa ação e suas consequências marcam um marco em nossa história moderna.

Em 1977, as Nações Unidas declararam o dia 8 de março como o Dia Internacional dos Direitos da Mulher e da Paz Internacional, honrando esses fatos e as ações que as mulheres empreenderam para alcançar a equidade na participação política, social e cultural.

A partir da segunda década do século XXI, é surpreendente que ainda seja necessário definir um dia que nos lembre que as brechas e desigualdades sociais, entre homens e mulheres, continuam sem se fechar. Ainda é necessário gerar espaços de discussão e reflexão que nos permitam desenvolver estratégias e ações concretas para avançar neste caminho.

A ONU Mulheres já anunciou o tema do Dia Internacional da Mulher deste ano complexo e pandêmico, que será “Mulheres líderes: Por um futuro igual no mundo da Covid-19”. Esta afirmação já nos indica para onde se dirige o olhar reflexivo desta festa. Fortalecer a liderança feminina é uma meta incontornável não apenas para a equidade e igualdade, mas também para a necessidade de fornecer soluções para a crise planetária desencadeada pela Covid-19, que não pode ser resolvida sem um trabalho colaborativo entre homens e mulheres. A recuperação da saúde global (econômica, produtiva, emocional e física) requer todos os nossos recursos, ideias e forças. Todos nós somos necessários.

As mulheres se destacaram na linha de frente da crise da Covid-19 como profissionais da saúde, cuidadores, inovadores e líderes comunitários. Em nível global, as mulheres em cargos públicos e na liderança nacional têm demonstrado eficácia e assertividade na tomada de decisões na luta contra a pandemia. Esta crise destacou a importância da contribuição feminina para enfrentar a situação, bem como os encargos desproporcionais que suportam.

Também é evidente a contribuição feminina em diferentes experiências, perspectivas e competências, que contribuem de forma indispensável nas decisões, políticas e legislações que impactem positivamente na solução integral, necessária para avançar no enfrentamento desta crise.

À medida que a pandemia avança, as lacunas e desigualdades existentes tornam-se mais agudas e surgem novos obstáculos, além dos de natureza social e sistêmica que persistiram antes e que dificultam a participação e a liderança das mulheres. Globalmente, as mulheres enfrentam um aumento na violência doméstica, cuidados não remunerados, desemprego e pobreza.

Nos unimos às vozes que defendem os direitos das mulheres e buscamos explorar plenamente o potencial de sua liderança no desenvolvimento humano sustentável, especialmente em face da preparação e resposta que esta pandemia exige de nós. Integrando as perspectivas de mulheres e meninas, em toda a sua diversidade, na formulação e implementação de políticas e programas em todas as esferas e estágios de recuperação (local, regional, nacional e global) para avançar e enfrentar os desafios desta pandemia, não pode ser adiado.

Hoje, como mulher, mãe e empresária, assumo os desafios que o presente nos traz, para caminhar em direção ao futuro, dou um passo à frente e me comprometo. E você, como você está assumindo e contribuindo para os tempos complexos em que vivemos? Convido-a a uma reflexão pessoal e também a nos acompanhar ao encontro virtual que teremos neste próximo dia 8 de março: “Ser Mulher: Desafios e Desafios 2021”.

Lá estaremos compartilhando visões e perspectivas com outras mulheres (líderes, empresárias e mães, de diferentes países), refletindo, sonhando com futuros e construindo cenários possíveis.

Florinda Pargas Gabaldón

Compartir:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Comentarios:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *